Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Longitudinal

Ao lado da avó #9

Março 31, 2010

 

(Na televisão, antes do intervalo do telejornal, ouve-se um teaser de uma notícia que ia passar daí a pouco tempo. «A imprensa espanhola avança que Cristiano Ronaldo tem uma nova arma secreta»...)

 

- O quê?

 

- O quê o quê?

 

- Ele tem uma arma!

 

- Não é bem uma arma...

 

- O quê?

 

- O quê o quê?

 

- É para matar pessoas?

Às fatias

Março 31, 2010

 

Era uma vez uma mulher às fatias.
Metade de uma perna ficou para mim. Metade da mesma perna para ti.
Guardei a minha numa gaveta do meu quarto. Trocaste a tua metade por meio litro de vinho. Tinto.

 

Precisão

Março 29, 2010

 

A noite passada sonhei um mundo em que tudo se lia.

A tua cara. A minha cara. A tua boca.

A minha.

Para ver a tua cara tinha de ler "a tua cara". Para te beijar tinha de formar uma frase onde juntasse os teus lábios e os meus.

Perdia-se romantismo. Ganhava-se precisão.

Ao lado da avó #8

Março 23, 2010

 

(Na rádio, o locutor apresenta um passatempo. A pergunta é algo como "Se estivermos em Arouca que carne de uma raça bovina autóctone podemos degustar?")

 

- Sabes?

 

- Não...

 

- Boi?

 

- Não avó, isso não é uma raça.

 

(na rádio, um silêncio)

 

- Vaca?

 

- Não...

 

(o locutor tenta ajudar)

 

- Já sabes?

 

- Não...

 

- Leitão?

«As boas pessoas fazem muito pouco. Os filhos de puta pelo contrário, conspiram até durante o sono.»

Março 23, 2010

 

No fim-de-semana passado, coube ao Herman José responder ao inquérito que o Miguel Esteves Cardoso, o José Diogo Quintela e o Pedro Mexia criaram para a última página da revista Pública.

 

Houve disto:

 

Tem ciúmes dos seus amigos?
Sobretudo daqueles que têm menos 20 anos do que eu. Resta-me a consolação de saber que vão morrer como os outros.

 

E disto:

 

Já alguma vez bateu em alguém com razão?
Só em sonhos. Distribuo mais porrada que o Stevan Seagal. Já acordado, sigo os ensinamentos daquele sábio chinês que nos aconselha a que nos sentemos à beira do rio e esperemos pela passagem dos cadáveres dos nossos inimigos. Da minha lista ainda só passaram três.

 

E ainda isto:

 

Alguma vez sentiu que as pessoas não fazem nada?
As boas pessoas fazem muito pouco. Os filhos de puta pelo contrário, conspiram até durante o sono.

 

(Tenho lido a maior parte das respostas a este inquérito. A memória pode estar a pregar-me rasteiras mas estas foram aquelas que me soaram melhor)

Ao lado da avó #7

Março 22, 2010

 

- Sabes onde é que fui hoje à tarde?

 

- Onde?

 

- À Baixa.

 

- Então?

 

- Fui passear!

 

- Sozinha?

 

- Não, com o meu namorado.

 

(risos)

 

- Não é marreco nem tem o olho torto...

 

- (...)

 

- É morenaço!

 

(risos)

 

- Mas não é preto.

 

- (...)

 

- E é rico!

 

- E o que é que ele te vai comprar?

 

- Um automóvel!

 

- Ah sim?

 

- Um carrinho de linhas...

 

Pág. 1/4

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2012
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2011
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2010
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2009
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D