Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Longitudinal

Quando as pessoas eram pessoas

Julho 01, 2010

 

O taxista vira-se para trás e pergunta-me se eu tenho sentido a diferença. Não, não tenho. Mas nem sei bem do que fala. Eu olho pela janela e os carros parecem-me os mesmos. Quando começa a anoitecer, as luzes acendem-se. Como tem sido desde a primeira vez que reparei num candeeiro da minha rua a ligar já o céu estava a alaranjar. Aqui há pouca gente a circular pelas ruas. Mas ali à frente vão aparecer mais. E se as juntássemos todas numa praça ela ficaria cheia. Tenho a certeza. "Aquele ali é um companheiro dos fuzileiros. Do tempo em que as pessoas eram pessoas." Mas nem no Terreiro do Paço nem na Praça da Figueira, infelizmente. O corpo tenso da cidade ficaria mais satisfeito com uma demonstração maciça de vitalidade. Mas não vale respirar por dois quando nem sempre é fácil respirar por si mesmo. "Tem 78 anos e continua aqui. Já não o via há dois anos. Até pensava que ele já tinha... É impecável. Do tempo em que as pessoas eram pessoas e gostavam das pessoas". Não vale respirar por dois. Não vale tentar engordar para parecer que continuamos a ocupar todos muito espaço. Nem vale a pena fingir ou levar a sério a tarefa. Acabamos por encher com dificuldade a Praça da Alegria. E já nos devíamos sentir satisfeitos pela ironia do local.

 

5 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2012
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2011
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2010
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2009
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub