Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Longitudinal

Longitudinal

Ao lado da avó #11

 

A minha avó diz que está por dias, por horas. "Qualquer dia a tua avó vai-se." Qualquer dia vai sim, mas não é agora. Ao telefone com a minha mãe, decidiu anunciar que estava "com uma leucemia". O diagnóstico foi alcançado sem recurso a nenhum exame e durante um dos intervalos d'"As Tardes da Júlia". De certeza.

Ao lado da avó #10

 

(No carro, enquanto ouvíamos um cd da Lena d'Água)

 

«cheguei-me a ti, disse baixinho 'olá', toquei-te no ombro e a marca ficou lá»

 

- Ficou lá? Olha que pena!

 

(...)

 

«Como uma chama que se esquece, numa fogueira que arde de paixão.

Sempre que o amor me quiser...»

 

- Ó mulher já ninguém te quer, 'tá calada mas é.

 

(cd trocado imediatamente por outro)

 

Ao lado da avó #9

 

(Na televisão, antes do intervalo do telejornal, ouve-se um teaser de uma notícia que ia passar daí a pouco tempo. «A imprensa espanhola avança que Cristiano Ronaldo tem uma nova arma secreta»...)

 

- O quê?

 

- O quê o quê?

 

- Ele tem uma arma!

 

- Não é bem uma arma...

 

- O quê?

 

- O quê o quê?

 

- É para matar pessoas?

Ao lado da avó #8

 

(Na rádio, o locutor apresenta um passatempo. A pergunta é algo como "Se estivermos em Arouca que carne de uma raça bovina autóctone podemos degustar?")

 

- Sabes?

 

- Não...

 

- Boi?

 

- Não avó, isso não é uma raça.

 

(na rádio, um silêncio)

 

- Vaca?

 

- Não...

 

(o locutor tenta ajudar)

 

- Já sabes?

 

- Não...

 

- Leitão?

Ao lado da avó #7

 

- Sabes onde é que fui hoje à tarde?

 

- Onde?

 

- À Baixa.

 

- Então?

 

- Fui passear!

 

- Sozinha?

 

- Não, com o meu namorado.

 

(risos)

 

- Não é marreco nem tem o olho torto...

 

- (...)

 

- É morenaço!

 

(risos)

 

- Mas não é preto.

 

- (...)

 

- E é rico!

 

- E o que é que ele te vai comprar?

 

- Um automóvel!

 

- Ah sim?

 

- Um carrinho de linhas...

 

Ao lado da avó #6

 

(Excertos de uma conversa a propósito da reportagem da TVI «Catástrofe Anunciada»)

 

 - Boa noite!

 - Cala-te que eu quero ouvir isto. Estão a dizer que vai haver um tremor de terra e eu quero saber o dia.

 

 

- Avó, sim, pode acontecer. Mas pode ser daqui a um ano, daqui a 60 ou mais.

- Não é nada. Se eles estão a fazer isto é porque  eles ouviram qualquer coisa.

 

 

- Ah... agora já percebi porque é que queres ir para o estrangeiro...

 

 

- (ao telefone com a minha mãe) Já ouviste? Vai haver um tremor de terra! Olha, já não sei, há-de ser o que Deus quiser. É como no Taiti.

 

 

Ao lado da avó #5

 

- Outro dia estava a falar com a M**** ****** e ela estava-me a dizer que andava com dificuldades para adormecer. Eu disse-lhe que também. Sabes o que é que ela me contou?

- O quê?

- Sabes o que é que ela faz para adormecer? Começa a contar os maricas que conhece. Já vai em 11!

 

Ao lado da avó #4

 

Avó: Viste a mulher do Cavaco naquela coisa da Cimeira? Estava tão mal vestida a receber os convidados.

Eu: Pois

Avó: A outra do Sampaio vestia-se muito melhor. (pausa) E ela até tinha assim tipo de homem.

Eu: Pois.